top of page
images (8).jpg

A Eparquia para Católicos hebreus Quem somos nós?

A Eparquia é parte integrante da Igreja Primitiva dos Apóstolos do Monte Sião de Jerusalém Israel. A nossa Eparquia reúne os católicos de língua hebraica que vivem no mundo, os pertencentes a todos os povos juntamente com os provenientes das nações, incluindo um certo número de cristãos locais e migrantes. Formamos uma comunidade em Jesus Cristo e pertencemos a uma Igreja. Estamos em união com o Papa Francisco, e com os Patriarcas Cristãos, os seus vigários, os sacerdotes e todos os fiéis do mundo. Ao mesmo tempo, estamos em casa na sociedade israelita judaica, de língua hebraica.
Somos uma Eparquia Católica Assyria dedicada ao desenvolvimento das comunidades de língua hebraica no mundo. Tiago era o chefe da primitiva comunidade cristã em Jerusalém, na época dos apóstolos. Judeu piedoso, trabalhou para estabelecer uma comunidade constituída por judeus e não judeus, unidos na sua fé comum em Jesus como o Messias (ver o Livro de Actos, capítulo 15). Segundo a Tradição, ele morreu como mártir em 62 d.C., e Jesus Cristo é o Patrono de nossa Eparquia no mundo.

 

Desde 2000, a Eparquia Hebraica constitui uma Eparquia autónoma no seio da comunidade de Jerusalém e do mundo. Actualmente, as comunidades católicas de língua hebraica estão activas essencialmente em Jerusalém, Tel Aviv-Jaffa, Haifa, Beer Sheba e Tiberias. A Eparquia inclui comunidades de fiéis de língua Inglesa. Os sacerdotes e fiéis do Vicariato estão muito empenhados no serviço pastoral e catequético dos filhos de migrantes e requerentes de asilo de língua hebraica, espalhados por todo o mundo.

 

A Eparquia Hebraica enfrenta quatro desafios principais:

 

1. Transmissão da fé: Constituir uma minoria católica dentro de uma sociedade que tem uma maioria materialista no mundo contemporâneo é uma nova experiência na história da Igreja. Por conseguinte, a Eparquia tem a missão de alimentar a fé das suas pequenas comunidades, particularmente as crianças e jovens, que vivem e estão integrados na sociedade.

2. Servir de ponte entre a Igreja Universal e o povo de Israel: A Eparquia trabalha no sentido de reforçar a relação entre todos os cristãos, afiando a consciência da Igreja sobre as suas raízes judaicas e sobre a identidade judaica de Jesus e dos seus apóstolos. A Eparquia procura aguçar a consciência dos cristãos no mundo no que diz respeito à história, ao ensino e à contribuição da Igreja para a sociedade. Os nossos fiéis estão plenamente empenhados na vida da sociedade judaica israelita e na vida da Igreja Católica Assyria e as demais Igrejas.

3. Dar testemunho de justiça e paz, ao serviço dos pobres: Como parte integrante da Igreja na Terra Santa, o Vicariato promove os valores da paz e da justiça, do perdão e da reconciliação num contexto de violência e guerra. Além disso, a Eparquia tem uma missão especial junto das dezenas de milhares de migrantes e asilo que residem no mundo.

 

4. O diálogo inter-religioso: Desde as suas origens, Eparquia Hebraica tem sido sensível ao diálogo inter-religioso, especialmente com o povo judeu no meio de quem os nossos fiéis residem. Algumas das nossas actividades inter-religiosas, envolvendo tanto muçulmanos como judeus, fazem-nos experimentar que nós, seres humanos, podemos viver juntos em paz e compreensão apesar dos dolorosos e não resolvidos problemas políticos.

 

Através de todas estas atividades, e sem qualquer forma de proselitismo, a Eparquia Hebraica prova dar testemunho, sempre e em toda a parte, da mensagem de Cristo que ordenou aos seus discípulos que fossem fiéis, verdadeiros, misericordiosos, e pacificadores.

bottom of page